Três tipos de furtos que podem acontecer na sua loja

Estar atento ao risco de furtos na loja nem sempre é fácil. Mas existem situações que podem ser consideradas suspeitas. Apesar disso, é preciso ter cuidado na abordagem, para evitar possíveis processos de consumidores contra a empresa.


06/06/2018 08h42

Veja a seguir três situações identificadas nas lojas por Eduardo Batoni, especialista em prevenção e controle de quebras e perdas:

1. É preciso ficar atento a pessoas que, num dia de calor, entrem na loja com casacos ou paletós sobre os ombros, sem vesti-los. Segundo Batoni, o fato de estar quente é o que costuma levantar suspeita. “Há casos de pessoas mal-intencionadas que costuram a manga do paletó e colocam nos braços da roupa produtos furtados”, afirma ele.

2. Outra situação é chamada pelo especialista de “gêmeos idênticos”. Consiste em duas pessoas com roupas e mochilas iguais entrarem na loja em momentos diferentes. “Elas já estudaram o supermercado previamente e sabem onde as câmeras de segurança estão posicionadas”, explica Batoni. Uma delas furta vários produtos e os coloca na mochila.

Em algum ponto onde não há câmeras, ela se encontra com o parceiro vestido igual e troca a mochila. “A segurança só pode abordar o cliente depois que ele passar pelo checkout, pois sempre há a possibilidade de a pessoa dizer que ia pagar pelo produto. Quando isso é feito, nada é encontrado dentro da mochila. Nesse meio tempo, o parceiro com os produtos furtados sai da loja sem problemas.”

3. Batoni afirma ainda que já vivenciou situação em que algum funcionário da confeitaria participa de um esquema de furtos de mercadoria. “Ele pega um produto de maior valor, como um celular, coloca dentro de um bolo, por exemplo. O funcionário sinaliza a embalagem e, quando o item chega na área de vendas, a pessoa com quem está de conluio pega o bolo e vai para o caixa”, conta o especialista.

Fonte: Portal SM


Certificado Digital CDL



1

Dúvidas? Chame no WhatsApp