Marcelo Arêas toma posse como presidente da Fundação CDL

Em entrevista ele fala desta nova ferramenta dos lojistas para interagir com a comunidade e diz que pretende montar uma escola do comércio em Campos.


10/07/2017 12h33

Você toma posse nesta segunda-feira para mais um período à frente da Fundação CDL. Esse novo período é de consolidação dos propósitos da fundação?

Sim, o caminho foi de organização no primeiro ano, de planejamento no segundo e agora indo para o terceiro mandato à frente da Fundação CDL que é por em prática tudo o que foi planejado com segurança e responsabilidade para atender aos anseios da sociedade.

A primeira turma do Curso de Operador de Comércio do Programa Voe Juventude vai se formar junto com a posse. É um simbolismo?

É uma realização, a função social é o que estimula o terceiro setor, na Fundação CDL não seria diferente, poder estimular o jovem e traze-lo para o mercado de trabalho é retira-lo do ostracismo das comunidades e afasta-lo ao mesmo tempo da violência.

E a sonhada escola do comércio?

A Escola do Comércio faz parte desse planejamento, mas ainda temos alguns outros. Um deles é a Escola de Vendas que já foi lançado e vem sendo executado pela Fundação.

A Fundação CDL começa a ter voz ativa. O projeto é bem maior ou tem seus limites?

A Fundação CDL mais bem estruturada que conheço é a de Belo Horizonte, de lá trouxe várias ideias que serão colocadas em prática aqui em Campos, temos também Fundações CDL em Uberlândia e Vitória.

Em outras cidades existem CDLs com fundação nos moldes da de Campos?

Os cursos de treinamento e incentivo ao comércio é onde pretendemos atuar, qualificando e aperfeiçoando a mão de obra da nossa região, outro aspecto importante são os projetos de resgate dos jovens e a sua colocação no mercado de trabalho.

Como a fundação pretende ser uma ferramenta importante para o comércio de Campos. Com a escola, ou existem outros aspectos?

O maior desafio é dar atenção a Fundação e aos negócios ao mesmo tempo, mas o projeto Fundação CDL é eterno e vai dar frutos positivos a toda a sociedade campista.

Você é entusiasmado com esse projeto. Tem sido um grande desafio?

O próprio desenvolvimento dos projetos é a sua maior divulgação, estamos em vias de receber a autorização para o Projeto de Aprendizagem do Ministério do Trabalho, o Ação Aprendiz. Quando esse projeto estiver funcionando na Fundação trará uma divulgação grande entre as empresas.

O que a comunidade em geral pode esperar dela já que a Fundação não se prende somente ao comércio?

A comunidade campista pode esperar um trabalho de excelência que será desenvolvido pela Fundação CDL, passos firmes e gestão transparente é o que pretendo impulsionar neste meu terceiro ano de mandato.


Certificado Digital CDL



1

Dúvidas? Chame no WhatsApp