Dólar atinge R$ 1,884

Novas notícias ameaçando a recuperação das economias mais desenvolvidas voltaram a pesar sobre os mercados, ao provocar o aumento da aversão dos investidores por ativos de risco, o que favoreceu a busca pelo dólar.


05/02/2010 01h00

Com a cotação abaixo de US$ 1,38, o euro atingiu o menor patamar desde meados de maio de 2009, o que acabou derrubando o mercado brasileiro.A moeda americana fechou os negócios desta quinta-feira apreciada em 2,16%, a R$ 1,882 na compra e a R$ 1,884 na venda. Esta foi a maior alta do dólar desde o dia 17 de dezembro de 2009, quando havia se valorizado em 2,34%.

Na semana, a moeda está praticamente estável, com perda de 0,05%, e, no ano, acumula alta de 8,09%.Na roda de "pronto" da Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM & F), o dólar subiu 2,06%, para R$ 1,883. O volume caiu de US$ 58,5 milhões, ontem, para US$ 51,5 milhões hoje. Já os negócios no interbancário dobraram, de US$ 750 milhões para US$ 1,5 bilhão.

Apesar de a moeda ter atingido R$ 1,90 na máxima do dia, o Banco Central voltou a realizar leilão de compra de dólar no mercado à vista, com taxa de corte de R$ 1,8855.Além das preocupações em relação a países europeus, como Grécia e Espanha, aumentaram os receios sobre a própria economia americana.


Certificado Digital CDL



1

Dúvidas? Chame no WhatsApp